quinta-feira, 21 de julho de 2011

Prepare o seu Bolso consumidor

A alguns dias se discute a instalação em Ijui do Departamento municipal de Saneamento (DEMASI). Na câmara há resistência, pois os vereadores em especial de oposição ainda não tem clareza sobre o tema, digo, o projeto. O prefeito foi a casa legislativa estes dias pedir celeridade na votação e criação do departamento, algo segundo ele, necessário para a implantação do plano de saneamento do município. Estive na reunião e soube de dados.
A corsan atualmente arrecada cerca de 1,3 milhão em Ijui, aplica cerca de 600 mil por mês em obras e melhorias.
Por ano são cerca de 4,5 a 6 milhões de sobras que vão para um caixa unico da estatal, e de lá distribuidos para outras unidades do estado que estão deficitárias.
O município quer gestão compartilhada, mas com poder de decisão para usar aqui o dinheiro que sai daqui, (neste ponto concordo). No que tange ao esgotamento sanitário, me parece estar aí o problema. Perguntei ao secretário Osorio Luchese do meio ambiente, quais seriam os reflexos do DEMASI para o bolso do consumidor neste sentido.
Me disse ele: A proposta da Corsan de que o consumidor pagasse o equivalente a 70% do valor de sua água pelo esgotamento sanitário, não aceitamos. Nas audiências que fizemos houve a manifestação de que o percentual era elevado, salientou. Luchese disse acreditar que para o consumidor o valor a ser cobrado na taxa de esgoto pelo serviço prestado será equivalente a 30% ou 40% do valor do consumo da água.
Fazendo um calculo rápido: Se seu talão de água for de R$ 100.00 no mês, cerca de 30 ou 40 reais serão referentes a cobrança do ESGOTO.
É CARO meu amigo
O projeto instituindo o DEMASI em Ijui deve ser aprovado no 2º Semestre. 
Aguardemos para ver o que acontece!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário