terça-feira, 23 de agosto de 2011

Sessão de dar sono

Ontem (22.08) a sessão da câmara de vereadores foi realmente de dar sono. Tres visitas, oito matérias que baixaram as comissões e apenas tres projetos aprovando concessão de uso de bem imóvel, sem contar os pedidos de informação, sempre focando o mesmo alvo. A saude, e as obras que vem sendo realizadas na cidade. Sabe como é que é. Ano pré-eleitoral. Mas voltamos a sessão. Primeiro merecida homenagem aos atletas da equipe Ijuiense de futsal campeã da taça interprefeituras, depois, 10 minutos para que Uruguaios que foram a câmara pudessem falar, e por fim um verdadeiro MONOLOGO sobre os 50 anos da legalidade.
Alias o mes de agosto termina, e a matéria mais  importante aprovada no mes foi o plano de mobilidade urbana.
Ainda estão por la, o projeto que cria o demasi, a matéria que regulamenta os serviços de moto-taxi, o plano de saneamento básico, regimento interno, plano diretor participativo, dentre outras questões que influenciam diretamente no cotidiano da comunidade.
Um recente estudo apontou que os parlamentares municipais em nivel de país gastam 90% do seu tempo com coisas inuteis para o desenvolvimento da sociedade
Coisas inuteis estas relacionadas a homenagens, citação de nomenclatura para ruas, pedidos de informação, dentre outras situações.
Nada contra quem é homenageado,
Estou apenas dizendo que o primeiro semestre se foi e a câmara de Ijui aprovou apenas concessão de uso de bem imóvel, repasse de verbas para realização de feiras e coisas que a gnt da imprensa costuma chamar de perfumaria.
A mesa diretora na pessoa do presidente Luis Tito Varaschine precisa ser mais incisiva e cobrar dos edis que eles cumpram efetivamente o seu dever, que não é mera e simplesmente usar do pequeno e grande expediente para discursos massantes, como tem frequentemente ocorrido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário