sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Mais sobre a reivindicação

Nesta sexta feira o representante da associação de cabos e soldados presidente Leonel Lucas (foto web) se reuniu com o secretário chefe da casa Civil Carlos Pestana. Em contato com este reporter, Lucas disse que a categoria não aceitou o reajuste de 4% oferecido pelo governo do estado aos policiais militares que tem salário mensal atualmente de Mil 180 reais. Leonel Lucas destacou que a categoria quer que o governo sinalize com um calendário até 2014. O intuito é que os policiais militares saibam os percentuais de reajuste e quando receberão até atingir os 3 mil e 200 reais pedidos. Enquato Isso o presidente da associação de cabos e soldados destacou na mesma entrevista que a categoria é livre para agir da forma que quiser, não podendo a associação interferir no pedido feito por Carlos Pestana para que os protestos cessassem em nível de estado.
Na próxima quarta feira, a categoria brigadiana aguarda novo posicionamento do governo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário