segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Poloneses e Holandeses em extinção no parque !!!

Estou muito preocupado com a informação que recebi neste final de semana. Citei Poloneses e Holandeses, mas a situação atinge também outras etnias que integram a UETI. O que está ocorrendo é má distribuição dos recursos que servem de subsídio para que as etnias possam participar dos eventos de outubro. Hoje a distribuição ocorre tendo como parâmetro o tamanho das casas, e a estrutura montada para a feira. Algumas etnias vivenciam este problema já há alguns anos, e por vezes mantém suas casas fechadas no parque de exposições durante a expo ijui fenadi. No que diz respeito aos Holandeses há falta de recursos e pessoas para trabalhar. Quanto a poloneses a situação é semelhante.
A questão é que enquanto Alemães e Italianos(por exemplo) recebem entre 20 e 30 mil de subsídio para a feira, algumas etnias não chegam a receber TRES mil, inviabilizando financeiramente sua participação nos eventos.
O poder público e a organização da feira precisam de forma celere resolver a questão, pois se trata de cultura, se trata do diferencial da exposição, se trata de algo que só a expo Ijui Fenadi tem.
Ouvi dizer que se não houver viabilidade financeira, Holandeses se ausentarão da exposição.
Porque a disparidade na distribuição dos recursos às etnias?
Porque umas tem mais importância que as outras?
Escrevo sobre o tema, por obrigação enquanto formador de opinião, e também por preocupação com a história das etnias de Ijui.
Alias gostaria de saber e vou falar com o presidente da UETI, como está esta questão. Qual é o subsídio?, como as etnias se mantém? Quanto seus integrantes pagam para manter viva a tradição?
Fiquei sabendo de fontes da própria etnia Holandesa da situação que vem ocorrendo.
ESTOU PREOCUPADO!!!

Um comentário: