segunda-feira, 1 de agosto de 2011

CAOS II

Olha gente, eu não sei se há culpado, ou se ele será apontado. Este fato que envolve um médico que teria o ponto registrado mas que não vinha comparecendo ao trabalho foi hoje confirmado pelo secretário da saúde. Sem citar nomes até porque o processo corre em segredo de justiça e a investigação policial está na primeira DP, o secretário confirmou que há a sindicância e que a investigação que está em andamento pode confirmar crime contra o erário público. A situação é delicada disse ele. O médico continua trabalhando.
Este não é o primeiro caso e nem será o ultimo, "infelismente". Sei de outro caso onde a profissional da área da pediatria está afastada por 45 dias das funções na SMS.
É elogiavel a postura do município, pois está fazendo valer o que prevê a legislação e principalmente as regras que permeiam o serviço publico.
O secretário comenta que todos os casos que chegam ao seu conhecimento tem encaminhamentos administrativos e quando cabível as sanções são aplicadas. O referido médico, se for comprovada a denuncia, poderá ser advertido, suspenso ou até demitido por justa causa.
A carga horária semanal do profissional é de 15 horas.
Vamos aguardar o trabalho da policia e da sindicância instaurada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário